NOTÍCIAS


Vídeo mostra avô e neto momentos antes de atropelamento em Caçapava; carro também é registrado por câmera



Imagem foi divulgada pela Polícia Civil. O menino de nove anos não resistiu aos ferimentos e morreu. Vídeo mostra avô e neto momentos antes de serem atropelados em Caçapava, SP Imagens divulgadas pela Polícia Civil mostram avô e neto momentos antes de serem atropelados por um carro na rodovia Vito Ardito, no bairro Jardim Campo Grande, em Caçapava (SP). O veículo envolvido no acidente também é registrado no vídeo – veja acima. O acidente aconteceu na tarde desta quarta-feira (8) e avô e neto chegaram a serem socorridos, mas João Lucas dos Santos Pereira, de 9 anos, não resistiu e morreu. O avô foi socorrido e já recebeu alta do hospital. O motorista do carro, Fábio Junior da Silva, foi preso horas depois do crime, mas foi solto nesta quinta-feira (9) após audiência de custódia – leia mais abaixo. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Morre criança de 9 anos atropelada por carro junto com o avô em Caçapava Arquivo Pessoal As imagens divulgadas pela polícia serão utilizadas na investigação. Nelas, é possível ver o avô e o neto passando com bicicletas pelo acostamento da rodovia a poucos metros do local acidente. A câmera registra a passagem dos dois às 13:08. Cerca de um minuto depois, o mesmo equipamento registrou a passagem do carro envolvido no acidente. O registro é de 13h09. Segundo a Polícia Civil, uma perícia será realizada para identificar a velocidade em que o veículo estava trafegando. Vídeo mostra avô e neto momentos antes de serem atropelados em Caçapava, SP Reprodução “As testemunhas disseram que ele (motorista) estava em uma velocidade que era incompatível com a via. Essa situação vamos ter que aferir com base na Polícia Científica. Vai ser requisitado uma perícia local para estimar qual era a velocidade dele no trecho. Se comprovada, talvez mude a natureza do crime, quem sabe trocando de dolo de culposo para dolo eventual. Ali, quem sabe, sairia da esfera do código de trânsito para responder dentro do código penal”, afirma o delegado Alexandre Bologna. Vídeo mostra avô e neto momentos antes de serem atropelados em Caçapava, SP Reprodução Prisão do motorista Fábio Junior da Silva, de 41 anos, deixou o local do acidente sem prestar socorro, mas foi preso pela Polícia Civil horas depois do atropelamento. Nesta quinta-feira (9), ele passou por audiência de custódia e foi solto. Na quarta, ele havia sido localizado em uma oficina mecânica de caminhões onde também havia uma casa. No local, os policiais encontraram o veículo coberto por uma lona em processo de desmontagem. Segundo o boletim de ocorrência, Fábio Junior da Silva admitiu envolvimento no acidente e disse aos policiais que deixou o local por medo. “Questionado a respeito do motivo de estar em alta velocidade conforme as imagens captadas e relatos de testemunhas, disse que estava indo levar uma peça automotiva para reparo e estava com pressa, e quando a criança hesitou em atravessar a rua com o seu acompanhante não teria conseguido frear”, diz trecho do documento. Kadett que atropelou avô e neto em Caçapava Pedro Melo/TV Vanguarda Na delegacia, acompanhado de um advogado, o motorista disse que transitava em “velocidade compatível com a via”, e que “não tinha como desviar porque os fatos ocorreram em cima de uma ponte”. Disse ainda que “ficou em choque, pelo o que não conseguiu descer do carro e prestar socorro”. Ele acrescentou ainda que mexeu no veículo porque o carro já estava com a suspensão danificada. Fábio Junior Da Silva foi indiciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa – ambos na direção de veículo automotor -, fuga do local do acidente, trafegar em velocidade incompatível e por inovar artificiosamente a fim de induzir a erro. O advogado Francisco Leandro, que representa o motorista, afirmou que o caso foi uma fatalidade e que a Justiça adotou as medidas cautelares necessárias em relação a Fábio Junior da Silva.

Fonte: G1


09/05/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
CLÁSSICOS - PRATA FM VALE