NOTÍCIAS


Socorristas do Samu resgatam bebê engasgada em Piquete: 'Gratidão eterna'



Mãe da criança acordou na madrugada desta quinta (4) com a filha já desfalecida por conta do engasgo. Ela foi levada aos socorristas do Samu, que resolveram o problema. Socorristas salvam criança de 17 dias em Piquete Um bebê de apenas 17 dias teve a vida salva por socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) após se engasgar enquanto dormia na madrugada desta quinta-feira (3), em Piquete, no interior de são Paulo. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Segundo a mãe da criança, chamada Hillary, a bebê estava dormindo depois de mamar, quando acordou por volta das 4h com sinais de engasgamento. A mulher, então, saiu de casa correndo e foi até a base do Samu na cidade. “Eu tinha amamentado e coloquei ela para arrotar. Ela arrotou, dormiu e eu também deitei para dormir. Até que ela acordou se afogando. Eu acordei e vi ela praticamente desfalecida. Fiquei desesperada. Meu pai conseguiu desengasgar ela uma vez, mas ela se engasgou de novo”, explica Talita Cristina. Socorristas do Samu salvam vida de bebê engasgada em Piquete Arquivo pessoal Ao chegar no Samu, a mulher gritou por ajuda e foi recebida pelo socorrista Kleber dos Santos. De acordo com ele, a equipe estava quase terminando o expediente do dia, quando foi acionada. “Eu escutei barulho na porta da base e a hora que saí do alojamento me deparei com a vó e a mãe com a criança no colo. Ela já estava desfalecida. Iniciamos a manobrar de desengasgo e pedi para a avó subir até o alojamento feminino para acionar a técnica que estava de plantão”, conta o socorrista. Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região Socorristas do Samu salvam vida de bebê engasgada em Piquete Divulgação/Samu de Piquete A técnica que estava de plantão é Cássia Augusta, que trabalhou para acalmar a família quando a bebê havia acabado de ter a vida salva. “Eu vi a cara de desespero da avó e desci correndo. Quando eu cheguei aqui o socorrista já tinha realizado a manobra e a criança já tinha voltado, estava chorando. Mas os familiares ainda estavam bem nervosos e eu comecei a acalma-los”, diz. Mãe de Hillary, Talita Cristina lembra dos momentos de aflição enquanto via a filha se engasgar, mas agora se sente aliviada e grata aos plantonistas do Samu. “Tenho gratidão eterna por eles”.

Fonte: G1


04/04/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
TARDE SERTANEJA - PRATA FM VALE