NOTÍCIAS


São José dos Campos se aproxima dos mil casos de dengue no ano



Foram confirmados 993 casos da doença até domingo (4). O número é 1.476% maior do que os dados do mesmo período do ano passado, quando houve 63 casos confirmados. São José dos Campos se aproxima dos mil casos de dengue no ano Charles de Moura/PMSJC Com números altos desde o início do ano, São José dos Campos, no interior de São Paulo, está próximo de alcançar a marca de mil casos confirmados de dengue em 2024. De acordo com a prefeitura, são 993 casos confirmados até o último domingo (4). O número é 1.476% maior do que os dados ano passado, quando 63 pessoas haviam sido diagnosticadas até o dia 4 de fevereiro de 2023. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Governo do Estado anuncia ações contra a dengue na região Ainda segundo a gestão municipal, 535 dos 933 casos deste ano haviam sido confirmados até o dia 25 de janeiro. Ou seja, em um período de 10 dias, a cidade confirmou mais 458 casos. Em entrevista ao Link Vanguarda nesta terça-feira (6), a médica veterinária da Vigilância Entomológica e Zoonoses de São José, Marjorie Franco, afirmou que a maior parte dos diagnósticos são de moradores da Zona Sul. “Temos situações na Zona Oeste, como no Jardim das Indústrias, Zona Norte, no bairro Santana, mas o maior número de casos está na Zona Sul, onde está a maior população do nosso município” “A gente vem acompanhando essa alta dos casos desde o início do ano. Tem casos espalhados em todos o município, mas essa semana estamos trabalhando no Campo dos Alemães, Palmeiras de São José e Jardim das Indústrias (bairro da Zona Sul)”, explica. As ações consistem no controle de criadouros do mosquito Aedes aegypti (que também transmite chikungunya e zika), nebulização e orientação. Casos de dengue aumentam 2.340% em Taubaté nos primeiros dias de 2024 Acácio Pinheiro/Agência Brasília. Sintomas Entre os principais sintomas dos pacientes com dengue estão: dor de cabeça febre alta de 38°C dor no corpo e articulações falta de apetite fraqueza dor atrás dos olhos manchas vermelhas no corpo O mosquito africano Aedes aegypti é o transmissor da dengue, ou melhor, a fêmea do mosquito Freepik Cuidados necessários não deixar água parada usar telas em janelas prevenir a proliferação do mosquito descartar pneus velhos no local correto colocar areia até a borda dos pratinhos das plantas manter as calhas sempre desobstruídas deixar a caixa-d’água sempre fechada e limpa Mosquito Aedes aegypti em local com água parada Prefeitura de Porto Velho/Divulgação

Fonte: G1


06/02/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
MADRUGADA SERTANEJA - PRATA FM VALE