NOTÍCIAS


Polícia Civil investiga assassinato no bairro Estufa 1, em Ubatuba, SP



Uma pessoa foi morta a tiros na noite de sábado (13), na rua Juventus. Esse foi o segundo homicídio consecutivo no bairro, já que um jovem também foi morto, na sexta-feira (12). Delegacia Civil de Ubatuba Francisco Trevisan A Polícia Civil de Ubatuba, no Litoral Norte de São Paulo, investiga o segundo caso consecutivo de assassinato no bairro Estufa 1. O crime aconteceu na noite de sábado (13), na rua Juventus. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp No dia anterior, sexta-feira (12), um jovem de 19 anos já havia sido morto a tiros no bairro. Ele não resistiu aos disparos, que aconteceram na rua Goiás, e morreu – leia mais detalhes abaixo. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de SP, a vítima do crime de sábado ainda não foi identificada. Por conta disso, ainda não se sabe o sexo e a idade dela. Policiais militares foram acionados para ir até a Santa Casa, para onde a pessoa alvejada havia sido levada, e descobriram no local que ela não resistiu aos ferimentos e morreu. Os policias apuraram que a vítima foi atacada por quatro pessoas, que estavam em duas motos na rua Juventus, onde os disparos de arma de fogo foram efetuados. O caso foi registrado na delegacia da Polícia Civil de Ubatuba, que realiza diligências para identificar e prender os autores do crime. Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região Primeiro caso Esse foi o segundo assassinato seguido no bairro Estufa 1, em Ubatuba. Na sexta-feira (12), um homem de 19 anos foi morto a tiros na rua Goiás. Segundo informações do boletim de ocorrência, uma testemunha disse que estava com a vítima em uma casa e que o homem disse que iria sair. Ao sair da casa, três pessoas com touca ninja, capacete e blusa de frio se aproximaram e efetuaram disparos de arma de fogo. Segundo a testemunha, foram pelo menos 20 disparos efetuados. De acordo com a polícia, o Instituto de Criminalística foi acionado para realização de exame e, no local, foram recolhidos estojos, munições e projétil. O corpo foi encaminhado a Instituto Médico Legal (IML) e ninguém foi preso. O caso também é investigado pela Polícia Civil.

Fonte: G1


15/04/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
ALÔ BOM DIA 1ªED - PRATA FM VALE