NOTÍCIAS


Morre Maria Cândida, figureira que criou o tradicional pavão azul, símbolo do artesanato paulista



Figureira morava em Taubaté, no interior de São Paulo, e morreu aos 89 anos. Morre Maria Cândida, figureira que criou o tradicional pavão azul, símbolo do artesanato paulista Divulgação/Prefeitura de Taubaté Morreu neste domingo (11) a figureira Maria Cândida Alves dos Santos, que criou o tradicional pavão azul, símbolo do artesanato paulista. Ela tinha 89 anos e morava em Taubaté (SP). A causa da morte não foi informada. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp De acordo com a prefeitura, que lamentou a morte, o reconhecimento oficial e nacional da importância da arte figueira de Taubaté aconteceu nos anos 70, quando ela criou o tradicional pavão com cauda em relevo. O corpo de dona Maria Cândida será velado no velório São Benedito. O sepultamento está previsto para acontecer às 16h no cemitério municipal. A Prefeitura de Taubaté informou que vai decretar luto oficial. O decreto será publicado no Diário Oficial do Município de quarta-feira (14). Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região Pavão azul, símbolo do artesanato paulista Divulgação/Casa do Figureiro de Taubaté Pavão azul Expressão do folclore de Taubaté, o pavão azul é também símbolo do artesanato paulista. Ele foi criado por Maria Cândida Alves dos Santos e é feito pelas figureiras e figureiros da cidade. Segundo a Prefeitura de Taubaté, o pavão azul foi escolhido como símbolo do artesanato de São Paulo em 1979, em um concurso promovido pela Subsecretaria Estadual do Trabalho Artesanal nas Comunidades (Sutaco). A figura é até hoje uma peça reinterpretada de diversas maneiras e estilos por outros artesãos.

Fonte: G1


12/02/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
ALÔ BOM DIA 1ªED - PRATA FM VALE