NOTÍCIAS


Jovem que se passava por menina para conseguir fotos íntimas de crianças na web é preso em Jacareí



O alvo da Polícia Federal é um jovem de 18 anos, que mora na região central da cidade do Vale do Paraíba. Ele cometia o crime desde fevereiro do ano passado. Jovem que se passava por menina para conseguir fotos íntimas de crianças na web é preso pela PF em Jacareí Divulgação/Polícia Federal Um jovem de 18 anos foi preso na manhã desta quarta-feira (28), em Jacareí (SP), em uma ação da Polícia Federal contra crimes de pornografia infantil. Segundo a PF, ele se passava por menina nas redes sociais para conseguir imagens íntimas de crianças. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp O mandado de busca e apreensão foi expedido pela 2ª Vara Federal de São José dos Campos e faz parte de mais uma operação contra a produção, armazenamento e compartilhamento de fotos e vídeos com conteúdo de abuso sexual infantojuvenil. Ainda de acordo com a Polícia Federal, o alvo da operação é morador da região central de Jacareí e tinha um perfil falso de uma menina em aplicativos de mensagens. As investigações apontaram que o jovem usava esse perfil para conseguir fotos íntimas de outras crianças e adolescentes. A partir disso, segundo a PF, ele começava a extorquir as vítimas para obter mais fotos, sob ameaça de publicar nas redes sociais as imagens que já havia recebido. O crime acontecia desde fevereiro de 2023. Jovem que se passava por menina para conseguir fotos íntimas de crianças na web é preso pela PF em Jacareí Divulgação/Polícia Federal Durante a ação desta quarta-feira, os policiais encontraram diversos arquivos com conteúdo sexual infantojuvenil nos aparelhos do jovem, que acabou preso em flagrante. Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região Esses aparelhos, como celular e dispositivos eletrônicos, também foram apreendidos e passarão por perícia técnica criminal na sequência das investigações. O homem vai responder criminalmente por extorsão e por armazenar e compartilhar na internet os vídeos e fotos com pornografia infantil. Caso seja condenado, ele pode pegar até 16 anos de prisão.

Fonte: G1


28/02/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
ALÔ BOM DIA 1ªED - PRATA FM VALE