NOTÍCIAS


Epidemia de dengue: Pindamonhangaba passa de 5 mil casos e confirma mais duas mortes pela doença



Cidade chegou a quatro mortes neste ano pela doença, que tem avançado com rapidez. O Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, tem uma grande capacidade de adaptação. CDC Em boletim atualizado nesta quinta-feira (7), a Prefeitura de Pindamonhangaba confirmou a morte de mais duas pessoas por dengue na cidade neste ano. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp As vítimas são um homem de 76 anos e uma mulher de 57 anos. Os dois pacientes tinham comorbidades. Os bairros não foram informados pelo município, que agora tem no total quatro mortes pela doença em 2024. Antes disso, dois idosos – de 80 e 82 – haviam morrido por dengue. Eles tinham comorbidades e moravam nos bairros Santana e Vila São Benedito. Ainda no boletim divulgado nesta quinta, Pindamonhangaba informou que chegou a marca de 5.023 da doença neste ano. Até o dia 7 de março do ano passado, haviam sido diagnosticados apenas 98 casos. Foram 2.507 casos em todo 2023 – ou seja, em pouco mais de dois meses, a cidade já tem mais que o dobro de casos neste ano. Leia mais notícias do Vale do Paraíba e região Os bairros com maior número de diagnósticos positivos até o momento são Ipê, Moreira César, Araretama, Vila São Benedito, Mantiqueira, Pasin, Liberdade e Vale das Acácias, com 42% do total de casos. A prefeitura informou ainda que foram confirmados dois casos de chikungunya, doença que também é transmitida pelo mosquito aedes aegypti. Sintomas Entre os principais sintomas dos pacientes com dengue estão: dor de cabeça febre alta de 38°C dor no corpo e articulações falta de apetite fraqueza dor atrás dos olhos manchas vermelhas no corpo O aparecimento de manchas vermelhas na pele é um sintoma associado à febre hemorrágica da dengue Getty Images/BBC Cuidados necessários não deixar água parada usar telas em janelas prevenir a proliferação do mosquito descartar pneus velhos no local correto colocar areia até a borda dos pratinhos das plantas manter as calhas sempre desobstruídas deixar a caixa-d’água sempre fechada e limpa Mosquito Aedes aegypti em local com água parada; criadouro de mosquito da dengue Prefeitura de Porto Velho/Divulgação

Fonte: G1


07/03/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
TARDE SERTANEJA - PRATA FM VALE