NOTÍCIAS


Cineasta Toni Venturi morre aos 68 anos em SP



Diretor paulistano passou mal enquanto nadava em praia de São Sebastião. Ele produziu filmes como ‘Cabra-Cega’, ‘A Comédia Divina’ e ‘Dentro da Minha Pele’. Toni Venturi na abertura do V Paulínia Festival de Cinema Aline Arruda/ Divulgação Paulinia Film Festival O cineasta Toni Venturi morreu na tarde deste sábado (18), aos 68 anos, após passar mal enquanto nadava em uma praia no litoral de São Paulo. A informação foi confirmada ao g1 pela esposa de Toni, a atriz Débora Duboc. Segundo ela, a família, que mora na capital do estado, havia ido passar o fim de semana em São Sebastião, quando ocorreu o incidente. “Eu estava na casa do meu irmão quando fiquei sabendo e corri para a praia. Quando cheguei, ele já estava na maca, entrando na ambulância. Tentaram reanimá-lo. E eu cantei o tempo todo para que ele ouvisse minha voz, se apegasse a isso, mas não deu”, conta Débora. Formado em cinema no Canadá, Antônio Venturi Neto foi presidente da Associação dos Cineastas Paulistas (Apaci) em 2001. Ele dirigiu e produziu longas-metragens como “A Comédia Divina” (2017), “Cabra-Cega” (2005) e “Latitude Zero” (2002), além de vários documentários, incluindo “Rita Cadillac – A Lady do Povo” (2010) e “Dentro da Minha Pele”, lançado em 2020 no Globoplay. Segundo a família, Toni Venturi será velado na Cinemateca Brasileira, em horário ainda a ser definido. Ele deixa a esposa e dois filhos, Theo e Otto. “O Toni teve uma existência que não foi em vão. O dia dele sempre foi dedicado a um desejo de um mundo melhor. Ele exerceu isso no cinema e no cotidiano dele. Cuidava muito bem das pessoas, dos filhos, de mim”, diz a esposa. Assista ao trailer do filme ‘A comédia divina’

Fonte: G1


19/05/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
CLÁSSICOS - PRATA FM VALE