NOTÍCIAS


Cinco pessoas são presas preventivamente suspeitas de atearem fogo em ônibus em São José



Suspeitos foram presos entre sexta (19) e sábado (20). Nas redes sociais, prefeito de São José comemorou a prisão preventiva. Ônibus ficou destruído após ser incendiado na tarde desta sexta em São José dos Campos, SP Bruna Capasciutti/TV Vanguarda Cinco homens foram presos preventivamente, suspeitos de incendiarem ônibus em São José dos Campos (SP). Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), três homens foram reconhecidos por vítimas ainda na sexta-feira (19) e foram presos preventivamente. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Além deles, outros dois homens, de 26 e 55 anos, também foram presos preventivamente na noite deste sábado (20). De acordo com a SSP, o homem de 26 anos foi identificado como um dos que atearam fogo no coletivo em São José. Ele foi encontrado e preso em flagrante. Já o homem de 55 anos foi levado à delegacia, onde prestou esclarecimentos e revelou que havia dado carona aos suspeitos. Ele também foi detido em flagrante. Nas redes sociais, o prefeito de São José, Anderson Farias (PSD), comemorou o decreto da prisão preventiva dos suspeitos. “Acabo de receber a informação que o juiz decretou prisão preventiva dos cinco criminosos que incendiaram os ônibus. Dois destes foram presos ontem à noite”, escreveu o prefeito. “Os criminosos permanecerão presos, ou seja, não foram soltos na audiência de custódia. Parabéns ao Poder Judiciário que cumpriu seu papel! Lugar de bandido é na cadeia cumprindo pena”, finalizou. Initial plugin text Ataques Três ônibus da cidade foram atacados entre quinta (18) e sexta-feira (19) na Zona Leste de São José dos Campos. A suspeita é de que as ações tenham acontecido em protesto pela morte de um homem em confronto com a polícia – leia mais detalhes abaixo. O ataque que aparece nas imagens foi o primeiro dos três e aconteceu na noite de quinta-feira (18), por volta das 21h40, no bairro Jardim Coqueiro. Ônibus circulam normalmente em São José Imagens do Centro de Segurança e Inteligência (CSI) da Prefeitura de São José mostram que a ação dos criminosos durou pouco mais de um minuto. No vídeo, é possível ver quando o veículo para no ponto, e dois homens sobem. O motorista tenta sair, mas é obrigado a parar metros depois. Neste momento, outros suspeitos correm e também entram no coletivo. Moradores de São José incendeiam ônibus em protesto contra caso de homem morto por PMs Marcos Paulo/Vanguarda Repórter Em seguida, motorista e passageiros são obrigados a descer. Em poucos segundos, as chamas se espalham e destroem o ônibus. Ao verem o veículo queimando, alguns carros preferem voltar. No dia seguinte, sexta-feira (19), outros dois veículos foram atacados na cidade. Por conta disso, a Joseense Transportes, empresa responsável pelos ônibus, chegou a cancelar as linhas da Zona Leste durante boa parte do dia. O serviço só voltou a ser realizado na região após uma reunião de emergência realizada no início da noite. Segundo a Joseense, a retomada da operação aconteceu por volta das 19h50. Imagem mostra momento em que ônibus é invadido e incendiado em São José dos Campos, SP Reprodução LEIA TAMBÉM: Ônibus fica destruído após ser incendiado na Zona Leste de São José Em menos de 24h, três ônibus são alvos de ataques em São José Zona Leste de São José fica sem transporte público após três ataques a ônibus Trio é preso suspeito de atear fogo em ônibus Neste sábado (20), a cidade recebeu reforço da Polícia Militar, que contou com apoio da cavalaria para evitar a ocorrência de novos ataques em São José. No entanto, ainda no sábado, mais um ônibus foi alvo de ataques na Zona Leste de São José dos Campos. Desta vez, o ataque aconteceu em um ônibus no bairro Santa Maria, por volta das 14h. De acordo com a Joseense Transportes o ônibus da linha 243, que faz o itinerário Santa Maria – Jardim São José – Coqueiro x Av. Engenheiro Francisco José Longo foi incendiado por três homens no ponto final da linha. A empresa afirmou que os três homens estavam encapuzados e armados e que eles atearam fogo no ônibus, mas o incêndio foi rapidamente controlado com a ajuda da população. O ônibus sofreu alguns danos internos e não houve vítimas. Em menos de 24h, segundo ônibus é incendiado na Zona Leste de São José Segundo o Corpo de Bombeiros, como houve a ajuda da população no controle do incêndio, não foi necessário o empenho da equipe na ocorrência. A Joseense lamentou o ataque e disse que os veículos do bairro Santa Maria estão recolhidos momentaneamente e que a empresa está avaliando algumas formas de reestabelecer as linhas. Ataques na sexta-feira Foram registrados dois ataques a ônibus nesta sexta-feira (19). Segundo a Joseense, não há registro de vítimas. Um dos casos aconteceu próximo à Praça Primeiro de Maio, no Novo Horizonte. O veículo foi tomado pelas chamas e ficou destruído. O Corpo de Bombeiros informou que foi acionado por volta das 15h40 para atender a ocorrência e que, no local, o ônibus estava ‘tomado pelas chamas e sem vítimas’. Ônibus é incendiado no Novo Horizonte, em São José dos Campos Roberto César/Vanguarda Repórter O outro caso na tarde de sexta foi na linha 202 (Bom Retiro/Terminal Central), que sofreu uma tentativa de incêndio próximo à avenida Tancredo Neves. A Joseense informou que a tentativa “foi prontamente impedida pela empresa sem ocasionar grandes danos ao carro”. Primeiro caso Na noite de quinta-feira (18), um ônibus do transporte coletivo de São José ficou destruído após ser incendiado na Zona Leste da cidade. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o ônibus foi incendiado por volta das 21h40, no bairro Jardim Coqueiro. Transporte coletivo prejudicado em quatro bairros de São José Quando os bombeiros chegaram no local, o veículo já estava totalmente tomado pelas chamas. A equipe controlou a situação e extinguiu o incêndio. Foram utilizados três mil litros de água. A Joseense Transportes, empresa responsável pelo ônibus, lamentou o ocorrido e informou que o veículo atingido fazia a linha entre o bairro Jardim São José e o Terminal Central. Moradores de São José incendeiam ônibus em protesto contra caso de homem morto por PMs Marcos Paulo/Vanguarda Repórter Ainda segundo a empresa, sete pessoas encapuzados cercaram o ônibus, agrediram o motorista e ainda roubaram o celular do cobrador e R$ 80 do caixa. Ninguém ficou ferido. A Prefeitura de São José também lamentou o caso e informou que solicitou reforço à Polícia Militar para que os moradores não sejam mais prejudicados. Moradores de São José incendeiam ônibus em protesto contra caso de homem morto por PMs Arquivo pessoal Morte em confronto com policiais Um homem de 34 anos foi morto ao trocar tiros com policiais militares na tarde de terça-feira (16), em São José dos Campos. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o homem reagiu a abordagem e atirou contra os policiais, que revidaram com disparos. O caso foi registrado na Central de Flagrantes de São José dos Campos. Divulgação/Prefeitura O caso aconteceu por volta das 16h30, na rua Ayrton Senna da Silva, que fica no bairro Jardim São José II. Uma equipe da Polícia Militar fazia patrulhamento no local, quando abordou um suspeito. O homem reagiu e atirou contra a equipe, que revidou. Nenhum policial foi atingido.

Fonte: G1


21/01/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
QUINTAL DO NANDO - PRATA FM VALE