NOTÍCIAS


Arcebispo de Aparecida sugere combate ao mosquito da dengue como penitência na quaresma



Dom Orlando Brandes sugeriu ‘penitência moderna’ como forma de dignificar a vida. Arcebispo de Aparecida sugere combate ao mosquito da dengue como penitência na quaresma Laurene Santos/TV Vanguarda O arcebispo de Aparecida (SP), Dom Orlando Brandes, incentivou os brasileiros a atuarem no combate ao mosquito da dengue como uma forma de penitência durante o período da quaresma, que se inicia nesta quarta-feira (14) de cinzas. “Senhor, ajudai-nos a lutar contra o mosquito da dengue, que tira a vida. E talvez essa seja uma boa penitência quaresmal. Termos cuidado pela vida do irmão”, disse Brandes em missa no Santuário Nacional. ➡️ Dados atualizados pelo Ministério da Saúde apontam que o Brasil atingiu 512 mil casos de dengue em 2024. Também foram confirmadas 75 mortes pela doença. Outras 217 estão em investigação. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Igreja católica lança campanha da fraternidade A quaresma marca um período de preparação para a Páscoa, data mais importante do calendário litúrgico da Igreja Católica. Nela, os fiéis têm o costume de fazer reflexões, orações e penitência em preparação para celebrar a ressureição de Jesus Cristo. Depois da missa, Brandes reforçou a sugestão de penitência contra o mosquito da dengue, o que classificou como uma ‘penitência moderna’. “Uma boa penitência de quaresma é nós lutarmos no combate contra o mosquito da dengue, porque está matando vidas. E a quaresma, a Páscoa é para que a vida humana seja dignificada”, disse. Campanha da Fraternidade 2024 CNBB/Reprodução Amizade social A Igreja Católica lançou nesta quarta a Campanha da Fraternidade em 2024 com uma proposta de reflexão sobre ‘fraternidade e amizade social’ durante a quaresma. Segundo a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a proposta é de reflexão sob três perspectivas: Incentivar as pessoas a verem as situações de inimizade que geram divisões, violência e destroem a dignidade dos filhos de Deus; Impulsionar as pessoas a iluminar-se pelo Evangelho que as une como família; Agir conforme a proposta quaresmal, de uma conversão constante, promovendo o esforço para uma mudança pessoal e comunitária. A Campanha da Fraternidade, que chega em sua 60ª edição neste ano, foi lançada oficialmente na sede da CNBB em Brasília. No Santuário Nacional de Aparecida, o arcebispo Dom Orlando Brandes, repercutiu o tema em missa durante a manhã. “Ter a iniciativa da reconciliação. Isso é a pura campanha da fraternidade. Fui ofendido, mas não tenho inimigos. É um irmão que me ofendeu, eu vou ao encontro do irmão para reconciliação. Esse tempo da gente reatar amizade com Deus, com as pessoas, e amizade com quem nos fez o mal”, disse durante o sermão. “Essa campanha da fraternidade faz diminuir o nosso ‘eu’. E faz projetar o ‘tu’, o outro, o nós. Isso é quaresma”, completou Brandes. Veja mais notícias do Vale do Paraíba e região

Fonte: G1


14/02/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
TARDE SERTANEJA - PRATA FM VALE