NOTÍCIAS


Alerta de chuvas fortes deixa Defesa Civil do Vale do Paraíba e Litoral Norte de prontidão



Defesa Civil estadual emitiu alerta de chuvas intensas, com previsão de até 250 milímetros de chuva entre quinta e sábado (23) – volume é considerado alto para o período. Alerta de chuvas fortes deixa Defesa Civil do Vale do Paraíba e Litoral Norte de prontidão André Luis Rosa/TV Vanguarda A Defesa Civil estadual emitiu um alerta com previsão de chuvas e ventos fortes a partir desta quinta-feira (21) no Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo. Com o alerta, as equipes de Defesa Civil das cidades da região já se mobilizam e estão de prontidão para possíveis ocorrências. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Defesa Civil e Marinha emitem alertas para a região essa semana De acordo com o órgão, o Vale e Litoral Norte devem ser as regiões mais atingidas pela frente fria em todo o estado, com previsão de até 250 milímetros de chuva entre quinta e sábado (23). O volume de chuva é considerado alto para o período. Por conta disso, há grande risco de transtornos, como corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, e alagamentos. Os moradores de áreas de com histórico de deslizamentos de terra devem ficar em alerta. Alerta da Defesa Civil de São Paulo Divulgação/Defesa Civil de São Paulo Ainda nesta quinta-feira (21), o órgão estadual vai se reunir com coordenadores da Defesa Civil de cada cidade para definir os detalhes das ações de enfrentamento às possíveis ocorrências provocadas pela chuva. A Defesa Civil vai fazer uma reunião com todos os coordenadores regionais com o objetivo de deixá-los de prontidão para, caso as chuvas tragam uma anormalidade maior, o sistema de proteção seja acionado e o gabinete de crise seja instalado Ainda de acordo com ele, os moradores da região – principalmente os de áreas de risco para deslizamento de terra – devem ficar em alerta. “Durante a chuva, perceba se há alguns sinais como água barrenta, postes e árvores inclinados. Isso indica que pode ter acontecido movimento de solo. Liguem para a Defesa Civil por meio do telefone 199, para que a gente possa ir até o local e fazer uma vistoria”, alerta. Além de chuvas intensas, há um alerta para possibilidade de ressaca marítima em todo o litoral paulista. De acordo com o alerta, ondas de até 3 metros de altura podem atingir o litoral entre sexta (22) e domingo (24). Defesa civil emite alerta de tempestade, com raios e ventos fortes na região O g1 procurou as cidades da região para saber como elas têm se preparado para a chuva. Veja abaixo: São Sebastião A Prefeitura de São Sebastião informou que a Defesa Civil da cidade já está atenta e de prontidão acompanhando as mudanças climáticas. O órgão acionou o Plano de Contingência que prevê orientar e minimizar os estragos de causas naturais, principalmente nas áreas mais vulneráveis. A cidade tem histórico de ocorrências com chuvas. Em fevereiro do ano passado, 64 moradores morreram após deslizamentos de terra provocados por um forte temporal. Tempo fechado em São Sebastião João Mota/TV Vanguarda Ubatuba Em Ubatuba, a prefeitura informou que vai acionar o Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil de Ubatuba (Nupdec) para prevenir ocorrências de desastres em algumas comunidades, como na região do Camburi. Foram enviados comunicados e orientações a moradores de áreas de risco, principalmente no bairro Folha Seca, que ficou ilhado após a última chuva forte do município. “Caso a residência seja atingida por escorregamento de massa ou alagamento, a família deve procurar um local seguro para se abrigar. É importante lembrar que a Defesa Civil está sempre pronta a atender as ocorrências e por isso podem nos acionar pelo telefone 199 ou pelas redes sociais oficiais da Defesa Civil”, reforça o diretor da Coordenadoria da Defesa Civil de Ubatuba, Wagner Lopes. Força do rio leva ponte e isola até mil pessoas após chuva forte em Ubatuba, SP João Mota/TV Vanguarda Taubaté De acordo com a Prefeitura de Taubaté, a Defesa Civil da cidade está de prontidão para atuar quando for necessário e disponível para atendimento 24 horas por dia pelo telefone 199. O órgão alertou que os moradores devem evitar áreas abertas, não atravessar enxurradas e sempre buscar locais seguros durante as chuvas e ocorrências de raios. Chuva em Taubaté Lucas Tavares/g1 Caraguatatuba, São José dos Campos e Ilhabela foram procuradas, mas não retornaram até a publicação. Orientações da Defesa Civil Moradores de áreas de encosta devem observar sinais de movimentação do solo. Antes de deslizamentos é comum paredes de imóveis racharem, portas e janelas emperrarem, postes e árvores se inclinarem e água lamacenta escorrer pelo morro. Diante de qualquer um destes sinais o local deve ser abandonado o quanto antes. Evitar áreas arborizadas durante os temporais, por conta do risco de quedas de árvores. Não enfrentar áreas alagadas ou com enxurradas. Procurar abrigo em edificações caso haja queda de raios. Permanecer dentro do veículo caso um fio energizado caia sobre o automóvel e ligar para a emergência. Abandonar o casso caso ele comece a pegar fogo. Há uma maneira correta de fazer isso: não tocar nas partes metálicas e pisar com os dois pés no chão. Depois, se afastar dando pulos, sempre pisando os dois pés no chão ao mesmo tempo. Afastar-se por pelo menos 10 metros do local da queda do fio.

Fonte: G1


21/03/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
Ao Vivo - PRATA FM VALE