NOTÍCIAS


100 anos do Vicentina Aranha: galinhas d'angola fazem parte da história do parque



Elas são predadoras naturais e auxiliam no controle de pragas ao se alimentarem dos insetos sem agredir o meio ambiente. Hoje, o parque conta com 120 galinhas que vivem soltas fazendo a ‘recepção’ dos visitantes. Galinha d’angola faz parte da história do Parque Vicentina Aranha Com um catálogo de cerca de 90 espécies diferentes de aves que frequentam o parque, as galinhas d’angola são as guardiãs do Vicentina Aranha. Há quase 100 anos, elas fazem parte da história do lugar. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 Vale do Paraíba e região no WhatsApp Conhecidas por ‘caçar’ baratas e escorpiões, elas são predadoras naturais e têm participação importante no equilíbrio biológico, auxiliando no controle de pragas ao se alimentarem dos insetos sem agredir o meio ambiente. Galinhas d’angola fazem parte da história do Parque Vicentina Aranha Reprodução/TV Vanguarda Hoje são 120 galinhas que vivem soltas fazendo a ‘recepção’ dos visitantes do parque. Elas recebem uma série de cuidados antes de serem liberadas para ficarem livres pelo espaço, conta Valéria Israel, gestora de cultura do parque. “Nossas galinhas d’angola são as nossas queridinhas, elas fazem o controle de pragas, então, nos ajudam muito e por isso a gente cuida também muito bem delas” , narrou a gestora. Galinhas d’angola fazem parte da história do parque. Reprodução/TV Vanguarda Elas são uma referência para visitantes e funcionários, tanto que elas serviram de inspiração para um bloquinho de carnaval, que nasceu dentro do parque e hoje é um dos maiores blocos de carnaval da cidade. O Bloco Galinha d’angola foi acompanhado por 35 mil pessoas no carnaval de 2024, ano em que o bloco completou uma década de folia. Bloco Galinha D’Angola anima milhares de foliões em São José dos Campos, SP Danilo Sardinha/g1 “É um momento de alegria, por sorte temos 35 mil pessoas que se unem, se respeitam, celebram a vida e alegria sem nenhum tipo de intercorrência, então pra gente que faz parte disso, é muito gostoso poder proporcionar isso pra cidade…”, contou Valéria Israel. Quem frequenta o parque também gosta e já se acostumou com elas sempre presentes. Priscila Tenório é uma delas. Em entrevista ao Link Vanguarda a moradora contou como se sente na presença das galinhas. “Elas são divertidas, muito engraçadas, é um diferencial pro parque essa convivência da gente caminhando com a família e as galinhas junto”, contou Priscila. Galinhas d’angola fazem parte da história do parque. Reprodução/TV Vanguarda

Fonte: G1


26/04/2024 – Prata FM Vale

COMPARTILHE

SEGUE A @PRATAFMVALE

NO AR:
TARDE SERTANEJA - PRATA FM VALE